Boogoop

Nunca havia bebido nada da Mikkeller, muito menos da 3 Floyds (embora eu tenha um copo estiloso dessa cervejaria) e assim que fiquei sabendo que as cervejas da Mikkeller haviam desembarcado no reino Tupiniquim fui babando buscar uma garrafa mas não sabia o que levar. Por sugestão do effffn encontrei a Boogoop.
Em minha pesquisa posterior à compra da garrafa descobri que esta é a quarta irmã das outras “goops” (Hvedegoop, Oatgoop e Ruggoop) nascidas da parceria entre entre a dinamarquesa Mikkeller e a americana 3 Floyds. Por mais a que a Boogoop tenha sangue americano e dinamarquês, seu RG é belga pois essa cerveja foi concebida na cervejaria De Proef Brouwerij que, pelo que pude checar é como um daqueles estúdios espetaculares em que bandas de alto nível vão gravar seus discos.

Independente dos critérios técnicos, penso que a cerveja é melhor saboreada quando você está rodeado de amigos. Então eu e minha mulher chamamos nossos amigos William e Rebecca para provar a Boogoop conosco.


Percebi uma cremosidade diferente enquanto ela descia da garrafa e preenchia o copo com um laranja avermelhado. O aroma é bem cítrico. Em algumas reviews que li falavam que lembra grapefruit, fruta resultante do cruzamento entre a laranja e o pomelo, chamada por aqui de toranja. Fiquei fungando o copo por um bom tempo mas não consegui identificar uma fruta específica.


Se o aroma já foi para mim complexo, o sabor foi muito mais. Meio adocicado no começo como se o álcool permitisse que os outros sabores mais cítricos viessem à tona e com o final recheado de um forte amargor que incomodou um pouco aqueles que estavam bebendo comigo.

Como sou fã de cervejas mais amargas, não dei muita bola para o final e me concentrei em tentar entender o começo. Cerveja boa, forte, cremosa e de encher a boca de sabores diferentes, mas muito difícil de entender. Não cheguei a conclusão alguma a não ser a de que devo aprender mais.

Participe da discussão

1 comentário

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: