Depois de mil anos… ItaBelga da ItaBier

<voz do Zé do caixão> Você, você, você e todos você! Estou voltano do limboooo… </voz do Zé do Caixão>

É caros leitores e leitoras, depois de muito tempo sem escrever nada aqui estou de volta!
Muitas mudanças na minha vida, larguei o emprego pra tentar fundar a Cervejaria Bräu von Hacker (que ainda está em stand-by), mudança de cidade, noivado (por incrível que pareça), corrida por emprego ou por outra forma de ganhar dinheiro aqui em Ribeirão Preto… Enfim, não tinha cabeça, ou paladar, pra abrir as minhas belezuras que enfeitavam a geladeira.

Chega de enrolação.

Propaganda é a arma do negócio! 😉

Não terei uma cerveja que chegue aos pés da Mikkeller hoje, na verdade foi escolha da Sheila.

Ita Belga, uma belgian blond ale feita pela ItaBier, que no rótulo diz que tem sabores maltados e frudatos.

Vou te falar a verdade, quando comecei a servir essa cerveja foi como se alguém acendesse aqueles cigarros de cravo que os boyzinhos adoram fumar nas baladinhas… Sério, aroma de cravo violento, tão violento que matou os outros.

O cravo não apareceu tanto no paladar, ficando por conta de um tostado e um avinagrado que parecia aquela Russian Exploit que não deu certo… Senti falta do malte, não apareceu tanto. Lúpulo só para dar aquela amargada de leve, que se confunde com o tostado.

A Sheila gostou bastante, pra mim ficou no mais ou menos… Ainda não é a primeira cerveja oficial da casa, já que temos várias caixas para desmontar por aqui (acho que vou abrir a Infinium quando sumirem as caixas).

E valeu Regis pelo presente, demorou mas eu abri! 😀

Publicado por Fio Cavallari

Analista de segurança, pesquisador de malwares, guitarrista ruim e imitador do Silvio Santos.

Participe da discussão

1 comentário

  1. mas vc tem outras cervejas, eu acho que até Mikkeller para experimentar não?

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: