La Gauloise Ambrée, a irmã morena da loirinha sardenta…

Lembra da loirinha sardenta que veio da Bélgica para a minha geladeira? Então, ela tem uma irmã morena, na verdade de cabelos castanhos escuros. Uma Amber Ale que me custou R$ 6,00 Sam’s Club, e está R$ 8,00 no Empório Alto dos Pinheiros (precisa comprar bastante pra fazer valer a entrada no clube).

A diferença dela e da irmã vai além da cor dos cabelos, o aroma é mais hoppy e o tostado dos maltes não apareceu no aroma. Apesar disso eu gostei da presença dos lúpulos, saudades de uma boa IPA…
É uma belga com um corpo legal, a carbonatação é legal e o amargo dos lúpulos aparece como o esperado. Não percebi nada de diferente, fiquei um pouco decepcionado. Copo certo para a cerveja, aromas e sabores deveriam aparecer… Putz, temperatura! A cerveja está gelada demais…

Zeramos o log, esperamos a cerveja esquentar um pouco e vamos ver como o essa morena se mostra… Se achou isso um pecado, você está certo, nunca faça isso com uma Brahma, Skol, ou qualquer “breja de churrasco”. Mas acredite, cervejas diferentes são servidas em temperaturas diferentes.

Aromas adocicados começam a aparecer que, misturados com o floral dos hops, parecia com maçã (agora é misturar com uma Bamberg Weizen e temos uma vitamina). Não percebi outra coisa, mas essa mudança já valeu a pena na breja.

No paladar o CO2 sumiu um pouco, nenhuma alteração do que tinha percebido antes, mas continua saborosa.

Ah, não é forte: 5,5% ABV.

E quem quiser me ensinar a editar fotos e tal, eu agradeço! E pode ajudar à degustar umas brejas, quem sabe…

Publicado por Fio Cavallari

Analista de segurança, pesquisador de malwares, guitarrista ruim e imitador do Silvio Santos.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: