Cerveja ou refri? Bacchus Frambozenbier

Já ficou claro na saga que a Sheila (minha namorada) AMA de paixão as Fruit Beers, a primeira foi a Hoegaarden Roseè: uma witbier com framboesas e essa breja abriu as portas para que ela provasse outros tipos de cerveja.

Hoje tomamos uma Hoegaarden e uma Flying Dog Dogtoberfest na hora do almoço, apesar de ter gostado do armoma da Märzen a Witbier ainda é sua favorita.

Como de costume, dei uma passada pelo Empório Alto dos Pinheiros para ver o que tinha de novidade. Além de comprar uma cerveja de provolone (hehehe) para meu irmão, comprei uma outra Fruit Beer para a Sheila: Bacchus Frambozenbier.

Cerveja embrulhada pra presente, mas rasgamos o papel. 🙂

Produzida pela Cervejaria Belga Van Honsenbrouck, que também produz a Kasteel e outras de frutas.
Ela é melhor que a Hoegaarden Roseè, pelo menos não deixou aquela lembrança ruim de framboesa passada, ela é quase um refrigerante de framboesa com álcool. Tipo um Keep Cooler, mas sem a mesma transparência…

Não chega a ser uma Perigosa Milk Stout, mas a luz não passa.

Enfim, é uma Lambic agridoce com sabor de framboesa, sem malte, sem lúpulo e com 5% de álcool. R$ 21,00 no Empório.

Publicado por Fio Cavallari

Analista de segurança, pesquisador de malwares, guitarrista ruim e imitador do Silvio Santos.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: